OMB

Artigo

05/10/2009
Uma escola na medida para os pequeninos, as classes para as crianças de 0 a 3 anos

Os primeiros anos de vida, um tempo para explorar!

Tempo para ver, tocar, cheirar, provar o mundo!

Tempo de construir as primeiras relações...

A Dra.Maria Montessori chamou os três primeiros anos de vida de "período da mente absorvente inconsciente". Isto significa que os pequeninos captam através dos sentidos as impressões do mundo e vão arquivando em seu cérebro.

"Nido" "em italiano significa ninho, espaço de acolhida e proteção para crescer, o Nido Montessori é a escola "na medida " para os pequeninos , ajuda na medida certa..

O ambiente do Nido I , apropriado para as crianças até os 18 meses, deve ser limpo, arejado e harmonioso, ser um facilitador, para o início da vida.

Movida por tendências humanas a criança explora, busca orientar-se e organizar-se , desenvolvendo um processo de adaptação ao ambiente onde vive . Ela busca conhecer seu espaço , então o ambiente precisa possibilitar a sua ação e conter atividades com propósito para a organização da personalidade.

Na classe dos bebês o material de desenvolvimento pode estar disposto no chão ou em estantes bem baixinhas, deve estar organizado criteriosamente e disposto segundo uma classificação e gradação .No período sensível para a construção do sentido de ordem , este é um referencial importante .

O material deve ser simples, o uso deve ser claro para a criança. Ele deve encerrar em si mesmo o comando para a atividade. Deve obedecer critérios de segurança para a faixa etária , ser proporcional às possibilidades da criança quanto ao tamanho, peso e em relação às suas necessidades de auto construção; pois em cada etapa ,diferentes habilidades devem ser exercitadas.e muitas competências desenvolvidas.
A Dra Montessori enfatiza a importância do cuidado estético na organização do ambiente, pois a criança , através da mente absorvente, desenvolve a sensação de harmonia e estética e o gosto pelo belo. Mais tarde, isto será a base para a compreensão da harmonia cósmica. Paredes claras, decoradas com quadros ou objetos que levem ‘a criança os elementos da cultura e das artes compõem este espaço .
Pensar numa rotina eficiente ,para crianças pequenas, exige coordenar a intenção de cuidar com o ato de educar. Nessa fase,as necessidades biológicas como sono alimentação e higiene são tão importantes quanto as afetivas, motoras,cognitivas e sócio emocionais.

A classe dos bebês é o espaço dos "cuidados maternos", como diz a Dra.Silvana Montanaro em seu livro " Um ser humano".

A característica mais importante dos "cuidados maternos" é apresentar o mundo exterior a criança. É neste espaço que ela recebe informações sobre fatos básicos da vida: conforto, higiene, proteção,contato corporal, atividade social e linguagem.Como seria com sua mamãe.

Todas as experiências motoras e sensoriais implícitas ao receber os cuidados maternos oferecem a oportunidade de crescimento pessoal, porque promovem a união corpo e mente, produzindo a integração psicossomática da criança e o estabelecimento de uma boa relação consigo mesma ; com uma sensação interna de segurança e estabilidade.

A rotina funciona como um elemento organizador; para as crianças de até 3 anos. Terem atividades regradas garante mais conforto e segurança,pois se acostumam com a seqüência de acontecimentos e conseguem prever o que virá depois. Isso permite que os pequenos comecem a conhecer seus limites e construam a percepção de que coisas nem sempre podem acontecer na hora e do jeito que eles desejam.

A assimilação de normas desde a primeira infância sedimenta a sócio afetiva

O progresso na aquisição dos movimentos voluntários é muito rápido. Em doze meses a criança vai de uma total falta de coordenação à mais difícil forma de coordenação: caminhar sob duas pernas.

O desenvolvimento do movimento coordenado passa por várias etapas, que são muito semelhantes para todas as crianças. Em geral, as crianças se arrastam engatinham e logo andam.

Ação e movimento estão intimamente relacionados com o desenvolvimento da personalidade e se a concentração da criança for respeitada ela cresce ativa, criativa e tranqüila
São também importantes nesta fase os cuidados com o desenvolvimento da linguagem.

Ainda que existam muitas teorias sobre a aquisição da linguagem oral , em geral podemos dizer que o ser humano tem mecanismos para adquiri-la e que se estabelecem na mente muito antes de aprender a falar.

As crianças já trazem ao nascer, um potencial para desenvolver um perfeito conhecimento da gramática universal, ou como Maria Montessori dizia, "a nébula da linguagem".

Os primeiros doze meses,de vida constituem uma etapa importante para desenvolvimento da comunicação Todos os trabalhos que realizam as crianças se ocultam dentro delas, começam mesmo antes do nascimento e muito pouco se pode observar por fora. Se quisermos facilitar esse processo silencioso, devemos nos dar conta dele. Se desejarmos "trocar nossas idéias" com as crianças, temos que observá-los atentamente.

As diferentes formas de linguagem estabelecem a comunicação , e neste período o bebê vai desenvolvendo habilidades para, cada vez melhor , usar a sua competência para comunicar-se .
Este é um processo mental de manifestação do pensamento e de natureza essencialmente consciente. Um sistema constituído por elementos que podem ser gestos, sinais, sons, símbolos ou palavras, usados para representar conceitos de comunicação, idéias, significados e pensamentos...

Enquanto os processos cognitivos se desenvolvem, os órgãos físicos amadurecem, permitindo que a criança vá estabelecendo a comunicação através da linguagem oral. Desde a vida intra-uterina o bebê ouve os sons da língua materna e os distingue entre todos os sons do ambiente.

A apreensão de uma língua específica requer a imersão nessa língua, ou seja, a exposição passiva, ouvindo os outros falarem e ativa ,interagir com eles... Se essa imersão ocorre de maneira favorável durante a primeira infância, a criança tornar-se um falante competente.

Para os maiores, entre 18 a 36 meses novos cuidados com o ambiente, os materiais estão sempre dispostos em estantes, há mesas e cadeiras.

Muitas possibilidades de trabalho estruturadas para atender às necessidades desta etapa.

Movimento, concentração, ordem e linguagem funcionam como princípios norteadores da ação educativa no ambiente que chamamos Nido II. Áreas de trabalho definidas guiam as crianças em suas escolhas promovendo descobertas, movimento e linguagem sãos os eixos estruturais para a organização do ambiente, atendendo às características deste período sensível.

A educação dos movimentos coordenados é vital na evolução humana, é através dos movimentos que uma pessoa realiza uma idéia, "o movimento é um instrumento a sua disposição e que pode controlar e usar com todo o propósito da vida".

Montessori afirma que a mão "é o instrumento da , o órgão da inteligência"!

As oportunidades diárias de educação dos movimentos, oferecidas pelo ambiente ajudam a criança a construir a autonomia. Gradativamente ela desenvolve o controle de seus movimentos até que possa usá-los com precisão e exatidão. Constrói assim a segurança, a auto estima , o sentido de ordem, a concentração e a participação social. Ela precisa sentir -se capaz de fazer, de agir, de criar...

No Nido apresentamos o mundo à criança; para que se aproprie de sua cultura, para que possa expressar o pensamento ,comunicando uma idéia ou seus sentimentos.

Para um" falante" de sucesso três condições básicas precisam ser desenvolvidas : a preparação dos órgãos oro faciais , aprender a ouvir e ter desejo de comunicar-se com o outro.
Exercendo a posição de ouvinte a criança desenvolve suas capacidades naturais .Uma criança que vive em ambientes excessivamente preservados de sons naturais da sociedade em que vive, deixa de receber os estímulos adequados a esta etapa.

Falar com a criança - ato instintivo e natural da maioria das mães - é estimulo natural e essencial ao desenvolvimento da fala. Crianças que tem contato com pessoas falantes e "conversadeiras" tendem a falar mais cedo e com melhor qualidade.

O ambiente, para estas crianças . deve estar estruturado com elementos que trazem a cultura e a natureza para dentro do espaço pedagógico, possibilitando que a criança aprenda nomes e descubra as finalidades , vivencie diferentes sensações apropriando-se de novas palavras para qualificar ou quantificar o mundo, construindo significados que darão propriedade ao seu vocabulário.

"A palavra, com seus significados e significantes, representa o primeiro passo do ser humano no mundo simbólico, portanto a habilidade de representar o mundo através de agrupamentos de sons foi um dos fatores que permitiu a escalada do homem - das cavernas à realidade da informática."

Quando dispensamos cuidados apropriados aos primeiros anos de vida , a criança de 3 anos é um ser humano impressionante.

A liberdade de movimentos ajudou seu desenvolvimento físico e psicossocial, deu-lhe confiança para atuar no ambiente.

A primeira infância é o período mais delicado da vida humana só uma educação cientifica poderá dar a ajuda e proteção às imensas energias mentais das crianças, para que possam ser usadas para o bem estar pessoal e para lograr a fraternidade universal."
Maria Montessori , Congresso de San Remo , 1949

 

Bibliogafia
Carta do Nido Montessori , uma publicação da Opera Nazionale Montessori.
Chomsky, Noan (1998) Linguagem e Mente , Editora UnB , Brasília DF
Marchetti , M.Teresa ,(1993) , Educação da linguagem segundo o pensamento de Maria Montessori , em "Maria Montessori, o pensamento e o método",Volume 2,Opera Nazionale Montessori, Lisciani & Giunnti Editori , Roma
Montanaro, Silvana Quattrochio ,Un Ser Humano-, a importancia de los primeiros tres anos de vida , Editorial Quatro Vientos 2ª edición 1991 Chile, tradução de Carolina Gómez del Valle .
Montessori , Maria (1980 ) La mente del Bambino , Garzanti Editore , Milano.
_____________ ( 1993) La scoperta del bambino , Garzanti Editore , Milano.
_______________Educazione per um mondo nuovo Garzanti, Milão 1979.
Nogueira, Conceição - Programa Montessori para as classes do Nido , 0 a 3 anos , na Aldeia Montessori ( 0 a 17 meses - Nido I , 18 a 36 meses , Nido II ),2005
_______________, anotações de estudo sobre as classes de 0 a 3 anos sob o enfoque Montessori .

 



- imprimir -